NOTÍCIAS

SINDIFISCAL/MS

05/11/2015

Após Outubro Rosa, SINDATE/MS apoia o Novembro Azul

Após um mês ressaltando a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama com a campanha Outubro Rosa, o foco agora são os homens. A Diretoria Executiva do Sindate apoia as ações de conscientização do Novembro Azul, mês dedicado a conscientização da prevenção da saúde dos homens.

O Novembro Azul é uma campanha realizada desde 2005 pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) e pelo Instituto Lado a Lado Pela Vida, e tem como foco a conscientização do câncer de próstata no Brasil. De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) a doença tem mais incidência que o de mama. Só em 2014 foram 68.800 novos casos de tumor na próstata contra 52.680 de tumor na mama.

De acordo com a ONG britânica Cancer Care, 1,1 milhão de homens são afetados pelo câncer de próstata e a enfermidade provoca 307 mil mortes no mundo, todos os anos. A doença não tem prevenção, no entanto, seu diagnóstico precoce tem 90 % de chances de cura.

Sobre o Câncer de Próstata – A próstata é uma glândula do sistema reprodutor masculino, que pesa cerca de 20 gramas, de forma e tamanho semelhantes a uma castanha. Ela localiza-se abaixo da bexiga e sua principal função, juntamente com as vesículas seminais, é produzir o esperma.

Estatísticas – O câncer de próstata é o tumor mais frequente no sexo masculino, ficando atrás apenas dos tumores de pele, e o sexto tipo mais comum no mundo segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer).

A cada seis homens, um é portador da doença. A estimativa do INCA é de que, por ano, 69 mil novos casos sejam diagnosticados, um caso a cada 7,6 minutos.

Diagnóstico – A doença pode demorar a se manifestar, exigindo exames preventivos constantes para não ser descoberta em estágio avançado e potencialmente fatal. Os exames consistem na dosagem sérica do PSA e no exame de toque retal, que são complementares, pois cerca de 20% dos casos não são detectados pelo PSA.

Fatores de Risco – A recomendação é que homens a partir de 50 anos procurem um urologista para realizar os exames preventivos anualmente. Indivíduos com história familiar de câncer de próstata, da raça negra, sedentários e obesos devem iniciar a prevenção a partir dos 45 anos, pois possuem maior risco de desenvolver a doença.

Prevenção – Quando diagnosticada precocemente as chances de cura da doença são de, aproximadamente, 90%.

MAIS

NOTÍCIAS

SINDIFISCAL/MS