NOTÍCIAS

SINDIFISCAL/MS

01/02/2018

Balança tem superávit de US$ 2,76 bilhões em janeiro, maior para o mês em 12 anos

A balança comercial brasileira apresentou um superávit de US$ 2,76 bilhões em janeiro deste ano, informou nesta segunda-feira (1º) o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

Isso significa que as exportações brasileiras superaram as importações em US$ 2,76 bilhões no mês passado. Foi o melhor resultado para meses de janeiro desde 2006 (US$ 2,83 bilhões), ou seja, em 12 anos.

O superávit de janeiro também foi o segundo maior da série histórica, que tem início em 1989. Em janeiro do ano passado, foi registrado um superávit de US$ 2,72 bilhões.

As exportações somaram US$ 16,98 bilhões em janeiro deste ano, com média diária de US$ 771 milhões.

Foi o melhor resultado para meses de janeiro desde o início da série histórica, em 1989. Em relação a janeiro de 2017, houve aumento de 13,8%.

Nesta comparação, avançaram as exportações de produtos básicos (+11,2%), seminanufaturados (+1,1%) e também de manufaturados (+23,6%).

As importações totalizaram US$ 14,19 bilhões no mês passado, com média diária de US$ 645 milhões, uma alta de 16,4% sobre janeiro de 2017.

Avançaram, nesta comparação, as importações de bens intermediários (+5,8%), de combustíveis e lubrificantes (+96,3%), de bens de consumo (+19,2%), e de bens de capital, que são as máquinas e equipamentos para produção (+11,4%).

Estimativas para 2018

A expectativa do mercado financeiro para este ano é de piora do saldo comercial na comparação com 2017, segundo pesquisa realizada pelo Banco Central com mais de 100 instituições financeiras na semana passada.

A previsão dos analistas dos bancos é de um superávit de US$ 54,5 bilhões nas transações comerciais do país com o exterior para 2018. Para o Ministério da Indústria, o saldo positivo ficará em cerca de US$ 50 bilhões neste ano.

O Banco Central, por sua vez, prevê um superávit da balança comercial de US$ 59 bilhões para este ano, com exportações em US$ 225 bilhões e importações no valor de US$ 166 bilhões.

Conta petróleo

O Ministério do Desenvolvimento informou que a chamada conta petróleo, que engloba este produto e seus derivados, registrou um superávit de US$ 579 milhões em janeiro, contra um saldo positivo de US$ 1,06 bilhão em janeiro do ano passado.

A queda no saldo positivo está relacionada com o aumento de 64,1% nas importações de petróleo e derivados, ao mesmo tempo em que as vendas externas destes produtos avançaram menos: 12,1%.

“O aumento de importações decorre da maior atividade econômica, que demanda insumos. Mas o Brasil continua investindo em petróleo, com novas plataformas entrando em operação, e a produção vai continuar crescendo”, disse o diretor do departamento de Estatísticas e Apoio à Exportação do MDIC, Herlon Brandão.

Ele estima que a conta petróleo feche o ano de 2018 com superávit, mas em valor abaixo do registrado em 2017 (cerca de US$ 4 bilhões).

Fonte: G1

MAIS

NOTÍCIAS

SINDIFISCAL/MS