NOTÍCIAS

SINDIFISCAL/MS

30/03/2020

Barreira sanitária é instalada no Aeroporto de Campo Grande

Controle sanitário será feito em outros 13 postos em Mato Grosso do Sul

Campo Grande (MS) – Começou nas primeiras horas desta segunda-feira (30.3) o controle sanitário no Aeroporto Internacional de Campo Grande.  A medida do Governo do Estado por meio do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul, Vigilância Sanitária Estadual e Municipal, vai monitorar a entrada de pessoas no estado para evitar o contágio do novo Coronavírus.

A primeira abordagem ocorreu às 1h40 e foi acompanhada pelo presidente da Comissão de Controle Sanitário (CCS-MS), Cel. QOBM Hugo Djan, que explica como serão os protocolos no aeroporto. “Estamos realizando o cadastramento e o monitoramento de passageiros. O trabalho será realizado em conjunto com a vigilância sanitária municipal e a Infraero. Os passageiros vão passar por um questionário, e aqueles que tiverem uma resposta positiva para algumas das perguntas, farão o cadastro e serão monitorados”, pontua.

A equipe de trabalho utiliza Equipamentos de Segurança Individual (EPI´S) e aborda os passageiros, informando o motivo da fiscalização, além de aplicar o questionário e verificar a temperatura. Os não suspeitos são orientados a manter a quarentena, e os suspeitos recebem orientação para seguir o protocolo sanitário e quarentena, variando de acordo com cada caso.

De todos os passageiros que passaram pela barreira até a manhã desta segunda-feira, não havia nenhum caso suspeito, conforme a responsável pela vigilância sanitária estadual, Larissa Castilho.

Barreiras Sanitárias

Além do aeroporto, outros 13 postos de controle sanitário passarão a funcionar no Estado a partir desta terça-feira (31.3). “Será dado o “start” no deslocamento dos colaboradores para os 13 postos da divisa do Estado com os demais estados. Os locais para instalação dos postos de controle sanitário e as demais demandas para efetiva ação de monitoramento e controle serão analisados “in loco””, explica Cel. Djan.

O controle sanitário será implantado nas 13 saídas do Estado, nas vias que ligam Mato Grosso do Sul aos estados de Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso e Paraná.

Fonte: Governo de MS

Mireli Obando e Ana Brito, Subsecretaria de Comunicação

Fotos: Chico Ribeiro

MAIS

NOTÍCIAS

SINDIFISCAL/MS