NOTÍCIAS

SINDIFISCAL/MS

02/08/2019

Comércio prevê movimentação 20% maior no Dia dos Pais

O clima é de otimismo entre os comerciantes de Mato Grosso do Sul para o Dia dos Pais, no dia 11 de agosto. Pesquisa da Fecomércio/MS indica expectativa de movimentação 20,2% maior neste ano com a venda de presentes para a data. O valor estimado é de R$ 163,7 milhões.

A pesquisa da intenção de consumo do Dia dos Pais foi realizada pela Fecomércio/MS entre os dias 15 a 23 de julho em Campo Grande, Dourados, Corumbá/Ladário, Três Lagoas e Ponta Porã. Ao todo, foram entrevistadas 1.514 pessoas.

Conforme a pesquisa, nas regiões de Corumbá/Ladário, Dourados e Ponta Porã, a intenção de presentear poderá inclusive superar o Dia das Mães, considerada a segunda principal data para o comércio, atrás apenas do Natal.

Público alvo – Para a analista técnica e economista do Sebrae/MS, Vanessa Schmidt, os empreendedores devem se atentar ao perfil dos consumidores para atender às expectativas. “Os consumidores da ‘Geração X’ dão importância às experiências, desde a compra até a entrega do presente e à comemoração”, exemplifica. “Cuidar do ambiente da loja, das promoções especiais para a data, da embalagem, da facilidade da troca para o pós data e da garantia de que o momento seja memorável quando se trata de comemoração”, prossegue.

Outro ponto que os empresários devem se atentar, de acordo com as indicações da pesquisa, é a presença online. Essa foi a primeira vez que a consulta identificou aumento considerável de interesse em compras via internet. “É importante além de investir em promoções, estar atento ao prazo de entrega para que o produto chegue a tempo e investir na comunicação visual do site e das redes sociais”, explica a economista.

Enquanto em 2018 a internet representava 5% da preferência do local de compra, agora aumentou para 12%. A preferência pelos shoppings centers também cresceu. Antes, configurava 10% das escolhas e atualmente são 17%. Em contrapartida, as lojas do centro terão que investir para atrair os consumidores. Em 2018 eram 72% os interessados em comprar o presentes no local, e em 2019 o índice caiu para 60%.

À vista – O levantamento da Fecomércio indica que a maioria dos entrevistados pretende pagar em dinheiro as aquisições para o Dia dos Pais.

Apesar disso, cresceu a expectativa pela utilização do crédito e débito, o que na avaliação da analista técnica do Sebrae/MS, Vanessa Schmidt. Para a analista econômica, isso confirma a percepção de melhoria do cenário econômico.

Na rua – Segundo a pesquisa, houve redução de 10 pontos percentuais na quantidade de pessoas que pretende comemorar a data em casa e um aumento para a realização de outros tipos de atividades, como refeições na casa de familiares ou em restaurantes.

“É uma oportunidade para os empresários, especialmente do segmento de gastronomia. A realização de promoções e organização do estabelecimento para recepção destas famílias que irão comemorar a data com os pais pode ser um ponto positivo. Além disso, é fundamental se comunicar com os clientes para que eles saibam que haverá uma promoção especial para a data”, orienta também Vanessa Schmidt.

A pesquisa da intenção de consumo do Dia dos Pais foi realizada pela Fecomércio/MS entre os dias 15 a 23 de julho em Campo Grande, Dourados, Corumbá/Ladário, Três Lagoas e Ponta Porã. Ao todo, foram entrevistadas 1.514 pessoas.

Campo Grande News

MAIS

NOTÍCIAS

SINDIFISCAL/MS