NOTÍCIAS

SINDIFISCAL/MS

08/03/2019

Discussão sobre construção de ponte entre MS e Paraguai será retomada

O projeto de construção da ponte da Rota Bioceânica, sobre o Rio Paraguai, ligando as cidades de Porto Murtinho e Carmelo Peralta, no país vizinho, deve ser retomado ainda este mês, com a visita do presidente do Paraguai ao Brasil no próximo dia 12. A informação foi divulgada pelo Ministério das Relações Exteriores.

O objetivo da construção desta ponte é facilitar o acesso ao Oceano Pacífico. O valor dela é estimado em US$ 70 milhões. Além desta, uma outra será feita para ligar a cidade paranaense de Foz do Iguaçu a Puerto Presidente Franco, no Paraguai. O montante que será usado nas obras é o mesmo.

Cada país ficará responsável pela construção de uma das pontes. A de Foz do Iguaçu ficará a cargo do Brasil e servirá para desafogar o intenso fluxo na Ponte da Amizade, que liga Foz do Iguaçu a Ciudad del Este.

No ano passado, esse foi assunto tratado também pelo ex-presidente Michel Temer. Segundo o Itamaraty é preciso avançar em questões técnicas. Do lado do Paraguai, será necessária alteração no acordo, para que cada país arque com as despesas da construção de uma das pontes. Pelo acordo firmado atualmente, o valor seria dividido.

Ao que tudo indica, o montante que será usado para construção da ponte de responsabilidade do Brasil vai sair da Hidrelétrica de Itaipu Binacional, já que o governo não poderá usar os R$ 56,8 milhões previstos no Orçamento da União deste ano por causa da burocracia e do parecer do Tribunal de Contas da União (TCU).

Correio do Estado

 

MAIS

NOTÍCIAS

SINDIFISCAL/MS