NOTÍCIAS

SINDIFISCAL/MS

12/08/2016

Indicador da FGV aponta ‘clara melhora’ do PIB no 2º trimestre

Uma pesquisa da Fundação Getulio Vargas (FGV) aponta uma queda de 0,2% no segundo trimestre deste ano, em relação ao primeiro. Apesar de negativo, este é o melhor resultado nessa base de comparação em seis trimestres consecutivos.

Na análise mensal, junho registrou crescimento de 0,47% sobre maio maio – a melhor taxa, nesta comparação, desde julho de 2014. De acordo com o indicador da FGV, “estes resultados apontam uma clara melhora da atividade econômica com relação ao ano de 2015”.

Já sobre junho do ano passado, a taxa mensal recuou 2,1%: a menos negativa em 12 meses consecutivos, nesta comparação.

Das 12 atividades que integram o cálculo do PIB, os resultados positivos partiram de agropecuária (2,8%), eletricidade (4,5%), serviços imobiliários (0,6%) e administração pública (0,2%).

Os piores resultados foram da extrativa mineral (-3%), transportes (-3,4%), serviços de informação (-3,7%) e outros serviços (-3,3%). “Apesar de bastante negativos, estas variações foram melhores do que as taxas apresentadas no mês de maio”, ponderou a pesquisa.

O que é o Monitor?

O Monitor do PIB-FGV estima mensalmente o PIB brasileiro em volume. O objetivo de sua criação foi prover a sociedade de um indicador mensal do PIB, tendo como base a mesma metodologia das Contas Nacionais do IBGE. Sua série inicia-se em 2000 e incorpora todas as informações disponíveis das Contas Nacionais do IBGE (Tabelas de Recursos e Usos, até 2013, último ano de divulgação) bem como as informações do PIB-Tri do IBGE, até o último trimestre divulgado.

Fonte: Agência Brasil

MAIS

NOTÍCIAS

SINDIFISCAL/MS