NOTÍCIAS

SINDIFISCAL/MS

12/04/2016

Inflação da terceira idade acumula alta de quase 10% em 12 meses

Os preços de produtos e serviços consumidos pela terceira idade subiram no primeiro trimestre deste ano, segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV). O IPC-3i, que mede a variação da cesta de consumo de famílias majoritariamente compostas por indivíduos com mais de 60 anos, avançou 2,72% no período e 9,6%, em 12 meses.

O índice ficou acima da taxa acumulada pelo restante da população, de 9,37% no mesmo período.

Nos três primeiros meses do ano, três dos oito grupos de despesa que integram o cálculo do índice mostraram avanço menor em relação às variações do quarto trimestre de 2015.

O que mais influenciou foi o grupo transportes, cuja taxa passou de 4,52% para 2,87%, com a ajuda da gasolina, que variou 2,55%, no primeiro trimestre, ante 9,78%, no anterior.

Também desaceleraram os grupos habitação (de 1,75% para 1,50%) e vestuário (de 1,99% para 0,27%).

Na contramão, subiram os preços de despesas diversas (de 0,49% para 3,87%), educação, leitura e recreação (de 2,51% para 3,63%), saúde e cuidados pessoais (de 1,95% para 2,03%) e comunicação (de 1,08% para 2,01%).

O grupo alimentação repetiu a taxa de variação registrada no último trimestre, 5,37%.

Veja a variação dos principais itens:

Frutas (de 12,63% para 16,60%)

Hortaliças e legumes (de 20,81% para 17,38%)

Eletricidade residencial (de 3,81% para -3,08%)

Roupas (de 2,22% para 0,30%)

Cigarros (de 0,01% para 8,08%)

Cursos formais (de 0,00% para 9,41%)

Plano e seguro de saúde (de 3,09% para 3,15%)

Mensalidade para TV por assinatura (de 1,38% para 5,23%)

Fonte: G1

MAIS

NOTÍCIAS

SINDIFISCAL/MS