NOTÍCIAS

SINDIFISCAL/MS

01/03/2018

PIB de 2017 representa um ‘novo ciclo de crescimento’, diz ministro do Planejamento

O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, afirmou que o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) de 2017 inaugura “um novo ciclo de crescimento” e que esse ciclo terá continuidade em 2018.

Pelo Twitter, o ministro destacou que o PIB cresceu 2,1% no 4º trimestre de 2017 na comparação com o 4º trimestre de 2018. “Neste momento já estamos crescendo a um ritmo de 2% ao ano”, afirmou o ministro.

“Expansão do crédito, volta do investimento, manutenção da inflação baixa e principalmente a melhora da renda são elementos que levarão a um crescimento do PIB de 3% em 2018”, destacou Dyogo Oliveira.

O PIB brasileiro cresceu 1,0% em 2017, na primeira alta após dois anos consecutivos de retração. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (1º) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em valores correntes, o valor do PIB em 2017 foi de R$ 6,6 trilhões.

Ao comentar o resultado, o ministro destacou o avanço do investimento, que foi o componente que mais cresceu no 4º trimestre, mas lembrou que o item que mais contribuiu para a recuperação do PIB foi a agricultura, do lado da oferta, e o consumo das famílias, do lado da demanda.

Após dois anos de recuo, o consumo das famílias cresceu em 2017. Esse item tem forte peso no PIB brasileiro, de 63,4%. Ou seja, mais da metade do que é produzido no Brasil depende da demanda das famílias.

Segundo o ministro, a recuperação do consumo é resultado da melhora no mercado de trabalho, redução da inflação e de medidas como liberação do FGTS e PIS/Pasep “que colocaram dinheiro na mão do trabalhador para quitar contas e abrir espaço para consumo”.

Fonte: G1

MAIS

NOTÍCIAS

SINDIFISCAL/MS