NOTÍCIAS

SINDIFISCAL/MS

25/09/2013

BNDES bate recorde e desembolsa R$ 102 bilhões até julho

O BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social) desembolsou até julho o valor recorde de R$ 102 bilhões em financiamentos, um aumento de 50% em relação ao mesmo período do ano passado.
As pequenas, médias e micro empresas continuam ajudando a impulsionar os empréstimos, contribuindo com 37% do total, ou R$ 37,8 bilhões. Esse segmento foi sendo gradativamente elevado na última década. Em 2000, representava apenas 17% dos desembolsos totais.
Segundo o BNDES, o desembolso foi distribuído equilibradamente entre todos os setores. A indústria registrou crescimento de 47% em relação ao mesmo período do ano passado, com destaque para mecânica, material de transporte, alimento e bebidas.
As aprovações de financiamento também evoluíram em relação ao mesmo período de 2012, subindo 24% de janeiro a julho, para R$ 114 bilhões. As aprovações são uma etapa anterior aos desembolsos do banco.
A maior alta em termos relativos foi registrada na infraestrutura, de 45%, para R$ 33,4 bilhões.
Um passo antes da aprovação, as consultas ao banco subiram apenas 4%, somando projetos de R$ 145,1 bilhões.
O BNDES informou que nos últimos 12 meses terminados em julho, o desembolso também é recorde, de R$ 190,2 bilhões, com maior peso (60%) de financiamentos para a indústria e infraestrutura.
A agropecuária, por conta da safra recorde, teve aumento de 76% na comparação com os 12 meses anteriores, para R$ 16,6 bilhões.
Nos últimos 12 meses terminados em julho, o BNDES registrou 65% mais aprovações (R$ 282,5 bilhões); 387% a mais de enquadramentos, um passo antes da aprovação, (R$ 291,6 bilhões) e 37% mais consultas (R$ 317,5 bilhões), informou o banco.

 

MAIS

NOTÍCIAS

SINDIFISCAL/MS