NOTÍCIAS

SINDIFISCAL/MS

08/03/2014

Dia Internacional da Mulher: A importância da participação feminina na sociedade

Enfrentando diversas discriminações e adaptações em relação aos “afazeres puramente femininos”, como cuidar de casa e da família, a mulher conseguiu superar suas dificuldades e ainda administrar seu tempo a favor de suas atividades.

A mulher tem marcado as últimas décadas mostrando que competência no trabalho também é um grande marco feminino. Apesar de ser taxada como sexo frágil, a mulher tem se mostrado forte o bastante para encarar os desafios propostos pelo mercado de trabalho com convicção e disposição.

A 1ª vice-delegada da Delegacia Sindical de Campo Grande Márcia Ribeiro, ressalta o avanço da mulher na área tributária, função que anteriormente era exercida apenas pelos homens. “No Brasil ainda se tem mais condições de conquistas devido à liberdade que o país proporciona às mulheres de estudar e trabalhar, diferente de outros países em que a participação feminina é anulada”, explicou.

Márcia é paulista, mas se tornou sul-mato-grossense de coração desde 1979 e atua há quase 30 anos como Agente Tributário Estadual. Ela defende a valorização profissional das mulheres que efetivamente contribuem para o desenvolvimento do nosso Estado.

“Além de ser muito importante o papel da mulher na sociedade, ela tem uma sensibilidade que é diferente da do homem, bem como habilidade para desempenhar diversos papéis como mãe, esposa e profissional. A mulher tem que ampliar cada vez mais o seu papel dentro de uma categoria profissional”, ressaltou.

Para o delegado Sindical de Campo Grande Hésio José da Silva, a figura feminina é fundamental na sociedade. “A mulher é essencial no mercado de trabalho, pois se destaca por seu diferencial na condução das atividades. Ela é mais atenciosa e prestativa na execução das tarefas. Temos notado o avanço delas nas relações de trabalho. Neste contexto, a Secretaria de Fazenda prioriza muito a mulher pelo comprometimento demonstrado”, enfatizou o delegado.

O diretor-presidente do Sindate Marco Aurélio Cavalheiro Garcia defende a realização de ações permanentes de valorização da mulher. “Parabenizo todas elas neste dia e aproveito para informar que iremos promover um trabalho contínuo buscando a valorização e o reconhecimento das mulheres”, destacou.

Para ele, o trabalho realizado pelas colegas que já se aposentaram também deve ser lembrado. “Elas contribuíram muito no processo de construção e desenvolvimento da nossa carreira, do sindicato e do Estado”, argumentou ao lembrar que ainda hoje muitas delas continuam atuantes no processo de fortalecimento do Sindate.

Por sua vez, o diretor-secretário e de Comunicação do Sindate, Francisco Carlos de Assis, disse que a ampliação dos espaços ocupados pelas mulheres no âmbito da Secretaria de Fazenda não causa apenas admiração, mas principalmente “demonstra que elas têm enorme potencial técnico e executivo”.

MAIS

NOTÍCIAS

SINDIFISCAL/MS