NOTÍCIAS

SINDIFISCAL/MS

16/12/2013

Inadimplência do consumidor tem segundo mês de alta

A inadimplência do consumidor cresceu 1,7% em novembro, na comparação com outubro, segundo dados do Serasa Experian divulgados nesta segunda-feira (16). O aumento é o segundo após quatro quedas seguidas.

No acumulado de janeiro a novembro deste ano, em comparação ao mesmo período de 2012, o índice caiu 1,5%. Houve queda também na relação anual –novembro deste ano contra o mesmo mês do ano passado–, com declínio de 10,3%.

Segundo economistas do Serasa Experian, o resultado pode ter sido motivado pelo aumento do custo financeiro das dívidas, que foi determinado pelas altas subsequentes das taxas de juros em 2013.

Ainda de acordo com o Serasa, as maiores responsáveis pelo crescimento da inadimplência foram as dívidas não bancárias (junto aos cartões de crédito, financeiras, lojas em geral e prestadoras de serviços como telefonia e fornecimento de energia elétrica, água etc.) e a inadimplência com os bancos.

Em novembro, a primeira cresceu 4,6% e a segunda, 0,9%. Por sua vez, os cheques sem fundo apresentaram diminuição de 8,5%.

VALOR – Apesar do número de dívidas não bancárias ter crescido, seus valores médios caíram 3,9% de janeiro a novembro de 2013, em relação ao mesmo período do ano passado. Os valores passaram de R$ 330,84 para R$ 317,92.

Já os cheques sem fundos e as dívidas com os bancos registraram alta de 8,2% e 0,9%, respectivamente.

MAIS

NOTÍCIAS

SINDIFISCAL/MS