NOTÍCIAS

SINDIFISCAL/MS

12/02/2014

Modernização de sistemas reduz tempo de processos de comércio exterior

O subsecretário de Aduana e Relações Internacionais da Receita Federal do Brasil, Ernani Checcucci, comentou ontem (11) os resultados das atividades aduaneiras em 2013. De acordo com o subsecretário, os números corroboram uma série de avanços nos processos administrados pela RFB como, por exemplo, na questão de controle de exportações e importações. “Dentro da diretriz de ter mais agilidade, celeridade e transparência, conseguimos reduzir tempos de despacho aduaneiro tanto na exportação quanto na importação, destacando que na exportação a redução do tempo foi da ordem de 34%”.

 
Checcucci ressaltou ainda que houve melhora nos resultados de controle, com aumento nos valores de créditos lançados na auditoria e fiscalização, e incremento no número de operações de vigilância e repressão nas fronteiras do país. Ao longo de 2013, foram realizadas 2.999 operações de vigilância e repressão ao contrabando e descaminho. O número representa um crescimento de 11,9% em relação ao mesmo período de 2012. A apreensão total de mercadorias processadas pela Receita resultou em um montante de R$ 1,68 bilhão ano passado. Entre as mercadorias apreendidas encontram-se produtos falsificados, tóxicos, medicamentos, entre outros.
 
Clique aqui para consultar a íntegra do Resultado da Aduana.
 
As informações são da Receita Federal do Brasil.

MAIS

NOTÍCIAS

SINDIFISCAL/MS