NOTÍCIAS

SINDIFISCAL/MS

18/02/2014

Renda agropecuária deve crescer abaixo de 1% em MS

A renda da produção agrícola e pecuária de Mato Grosso do Sul deve ter um discreto crescimento, 0,72%, em 2014 frente a 2013, passando de US$ 20,854 bilhões para 21,005 bilhões.  A projeção é do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), com base nos dados do Valor Bruto da Produção (VBP), divulgados nesta segunda-feira (17).

Na área agrícola, das três culturas que têm maior peso no VBP de Mato Grosso do Sul, em duas, a cana-de-açúcar e o milho, o Mapa projeta que haverá uma redução da receita neste ano em relação ao anterior, somente para a soja, o indicativo é de crescimento.

No caso da cana-de-açúcar, terceiro produto agrícola no ranking do Valor Bruto da Produção, a queda de receita prevista é de 7,84%, caindo de R$ 2,676 bilhões para R$ 2,466 bilhões. Já para o milho, segundo na relação, a retração projetada percentualmente é ainda maior, 17,93%, na comparação dos dois anos, de R$ 3,424 bilhões para R$ 2,810 bilhões.

Em contrapartida, a receita da soja, que lidera o faturamento agrícola no VBP sul-mato-grossense, deve crescer 12,66%, saltando de R$ 5,614 bilhões para R$ 6,326 bilhões.

Pecuária – No caso da produção pecuária, o Mapa aponta a perspectiva de crescimento do faturamento para a criação de bovinos, de 2,1%, de R$ 6,289 bilhões para R$ 6,422 bilhões e retração de 14,80% para suínos, que deve cair de R$ 331,741 milhões para R$ 282,675 milhões, e de 14,06% para aves, que deve diminuir de R$ 1,274 bilhão para R$ 1,095 bilhão.

Fonte: G1

MAIS

NOTÍCIAS

SINDIFISCAL/MS