NOTÍCIAS

SINDIFISCAL/MS

25/10/2013

Servidores públicos não irão trabalhar na segunda-feira

Os servidores públicos não irão trabalhar na próxima segunda-feira, dia 28. Os órgãos públicos municipais e estaduais vão fechar as portas de amanhã até segunda-feira. O Poder Judiciário estadual, Defensoria Pública e MPE (Ministério Público Estadual) também fecham as portas no dia 28 de outubro, dia do Servidor Público. 

O governador André Puccinelli (PMDB) e o prefeitoAlcides Bernal (PP) decretaram ponto facultativo na segunda-feira. Então, todos os órgãos ficam fechados, inlcuindo-se o Detran (Departamento Estadual de Trânsito), Ponto de Identificação e o Fórum de Campo Grande.

As escolas públicas municipais e estaduais não vão ter aulas na segunda-feira. Alguns estabelecimentos vão repor as aulas no sábado. 

O comércio, feiras, shoppings e a rede privada geral funcionam normalmente na segunda-feira. Confira o funcionamento dos órgãos públicos na segunda-feira:

Justiça – O TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) não terá expediente no dia 28. O plantão judiciário funcionará normalmente para os casos considerados urgentes como: mandados de segurança, habeas corpus, requerimento de realização de corpo de delito, ação cautelar de busca e apreensão e aqueles que exijam providência imediata.

Detran – O Departamento Estadual de Trânsito não terá expediente nesta segunda-feira. Na terça o serviço volta ao normal. O Ministério Público e Defensoria Pública, também não irão funcionar no dia do funcionário público.

Delegacias – Para quem for registrar boletim de ocorrência deve procurar as Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro e Piratininga. As delegacias de área e especializadas só voltam a funcionar na terça-feira.

Correios – As agências dos correios, do banco do Brasil e Caixa Econômica Federal funcionam normalmente nesta segunda-feira. 

Escolas – Nas escolas Estaduais não haverá aula. Já nas municipais, de acordo a assessoria de imprensa, vai depender da escola, pois o dia é considerado letivo no calendário escolar.

O decreto não se aplica as unidades e serviços considerados essenciais no atendimento à população. Os serviços de coleta de lixo, as Unidades de Pronto-Atendimento e os centros Regionais de Saúde da Capital vão funcionar normalmente.

MAIS

NOTÍCIAS

SINDIFISCAL/MS